COSERN ameaça trabalhadores aposentáveis com demissões
04 de setembro de 2012 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Chegou ao conhecimento da direção do SINTERN que os gestores e gerentes da COSERN estão assediando os trabalhadores aposentáveis. A Empresa pressiona para que estes cosernianos requeiram sua aposentadoria mesmo  que isso lhes acarretem prejuízos. As denuncias ainda afirmam que aqueles que assim não o fizerem, serão demitidos pela Empresa.

A lógica perversa da COSERN é substituir trabalhadores que estão em plena capacidade laboral, aptidão e experiência nas funções que exercem para contratar outros com salários menores. Como a Companhia espera de seu corpo funcional comprometimento se ao longo dos anos o reconhecimento pela dedicação vem com ameaças de demissão compulsória?

O trabalhador que ainda não completou o seu tempo de serviço ao requerer sob pressão da COSERN a aposentadoria proporcional é penalizado no valor do benefício em até 40%.

No caso de demissão, a situação do trabalhador aposentável fica ainda mais crítica com a perda do Plano de Saúde.

Seja como for, em ambas as situações o trabalhador sai da COSERN sem o Prêmio Aposentadoria. A Empresa descumpre a Lei deixando estes cosernianos a própria sorte e sem perspectivas de recolocação no mercado de trabalho.

Como a situação também está ocorrente na COELBA e CELPE, a Intersindical Neoenergia solicitou uma reunião com a diretora de Recursos Humanos do Grupo Neoenergia, Lady Batista de Morais, para solucionar esta questão.

Chega de assédio moral com ameaças de demissões para os trabalhadores. A direção do SINTERN está na luta e vai tomar todas as medidas legais cabíveis para assegurar os direitos da categoria.