Notícias do Sindicato

Terceira rodada com poucas novidades

Campanha Salarial 2018/2019

Apesar da grande expectativa dos cosernianos, a terceira rodada de negociação do acordo coletivo 2018/2019 aconteceu ontem, 16, em Natal, mas não trouxe avanços importantes da Cosern, que continua com o bolso fechado, sem respeitar, portanto, a importância dos trabalhadores para a empresa.

Sobre a rodada, os debates tiveram como ponto principal a contraproposta apresentada pela bancada patronal, que foi solicitada por escrito pelo SINTERN no último encontro. A proposta das cláusulas apresentadas pelo Departamento de Recursos Humanos da Cosern foi em bloco de cláusulas. No total foram apresentados 7 (sete) pacotes, compostos das cláusulas abaixo descritas:

Pacote 1 – Composto por 4 cláusulas: 21ª, 41ª, 42ª e 43ª;
Pacote 2 – Composto por 4 cláusulas: 1ª, 6ª, 7ª e 8ª;
Pacote 3 – Composto por 3 cláusulas: 10 ª, 13ª e 37ª;
Pacote 4 – Composto por 3 cláusulas: 38ª, 47ª e 49ª;
Pacote 5 – Composto por 2 cláusulas: 19ª e 33ª;
Pacote 6 – Composto por 2 cláusulas: 20ª e 22ª;
Pacote 7 – Composto por 2 cláusulas: 4ª e 16ª.

 

Observando criteriosamente, as propostas apresentadas nos pacotes, o sindicato, fez as seguintes ponderações: Solicitou incluir no pacote 1 a cláusula 11ª (décima primeira) referente ao plano de saúde, com ajustes na redação da pauta em favor dos trabalhadores.

Os dirigentes sindicais, sugeriram também a inclusão da cláusula 12ª (décima segunda) Plano de saúde
odontológico no pacote 1, desde que mantida a Pauta do ACT 2018/2019. Durante sua contraproposta, o Sintern questionou a empresa em relação a cláusula 42ª (quadragésima segunda) materiais para emergência e primeiros socorros.

Para realizar o posicionamento na negociação, foi cobrado o número de usuários que utilizam o vale transporte, para discutir melhor a cláusula 16ª (Vale transporte). Sendo solicitado, também, a quantidade de empregados que fazem uso da assistência especializada, acima de 21 anos, constante na cláusula 20ª (assistência ao filho com necessidades especiais).

Para analisar criteriosamente a proposta da empresa, incluindo as cláusulas constantes no pacote sugerido pela empresa, a bancada sindical solicitou que os demais PACOTES sejam apresentados na íntegra na próxima rodada, que será realizada no dia 18/10 (quinta feira), oportunidade em que o sindicato irá debater as propostas com as informações pedidas a os representantes patronais.

Na avaliação da direção do Sintern, a empresa se restringiu em apresentar propostas ainda limitadas, sem garantir em números reais o reconhecimento ao trabalho diário de cada coserniano. “É preciso que a bancada da Cosern inicie a apresentação de proposta mais robustas para que possamos construir um acordo justo e que expresse o desejo do trabalhadores”, destacou a diretora do Sintern, Andréa Freitas.

Deixe uma resposta